WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro UFRJ 2006.1 Questão: 6 História Geral 

“Declaração de Compromisso

Nós, abaixo assinados, membros activos (no exterior de nossos Países Africanos) das seguintes organizações patrióticas: “Movimento Popular de Libertação de Angola” , “União das Populações de Angola” (UPA), “Partido Africano da Independência” da Guiné (PAI) e “Frente Revolucionária Africana para Independência Nacional das Colônias Portuguesas” (FRAIN) que coordena a acção revolucionária dos patriotas africanos, concordamos no seguinte, depois da reunião realizada em Tunis, em 31 de janeiro de 1960:

1) as nossas organizações decidiram numa acção conjunta na luta contra o colonialismo português, decisão que temos provas e deveremos cumprir patrioticamente.

2) A personalidade, a doutrina e a independência de cada uma de nossas organizações pode ser mantida através desta acção conjunta.

3) Impõe-se estabelecer o mais cedo possível um programa concreto de acção para 1960 e que conduza os nossos povos à independência no mais breve espaço de tempo possível.

(...) Feito em Tunis, aos 31 de janeiro de 1960, último dia da Conferência dos Povos Africanos.”

Fonte: BITTENCOURT, Marcelo. Dos Jornais às Armas. Trajectórias da Contestação Angolana. Lisboa: Veja, 1999.

 

Esse documento revela o projeto de alguns líderes de movimentos de libertação das colônias portuguesas de obter a independência de seus países para breve.

No entanto, essas independências somente ocorreram quinze anos mais tarde, em 1975, ao contrário do que planejavam e do que aconteceu na maioria das colônias européias na África – que se libertaram na década de 1960.

a) Identifique uma razão que tenha contribuído para a demora da obtenção da independência das colônias portuguesas.

 

b) Cite um problema, de ordem política interna, que as ex-colônias portuguesas tiveram de enfrentar no imediato pós-independência.

a) O candidato poderá identificar, entre outras razões, a resistência do governo salazarista em negociar a transição para a independência – realizando ações repressivas e de combate aos movimentos de libertação, inclusive com auxílio de outros países; e as dificuldades internas dos movimentos de libertação dos países em unirem-se.

 

b) O candidato poderá citar, entre outros problemas: a dificuldade de união com outros movimentos de libertação do próprio país; a presença de grupos guerrilheiros financiados desde o exterior, bem como de países vizinhos (caso da África do Sul com relação a Angola), combatendo os grupos vitoriosos na luta de independência; a falta de comunicação com as comunidades distantes dos centros urbanos; os conflitos de base étnica com longa história.



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

História Geral

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...