WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro UFRJ 2004.1 Questão: 3 História Geral 

 

 

 

“Ficou célebre uma frase atribuída ao político pernambucano Holanda Cavalcanti:

Nada se assemelha mais a um ‘saquarema’ do que um ‘luzia’ no poder.

‘Saquarema’, nos primeiros anos do Segundo Reinado, era o apelido dos conservadores [...] ‘Luzia’ era o apelido dos liberais [...] A idéia de indiferenciação dos partidos parecia  também confirmar-se pelo fato de ser freqüente a passagem de políticos de um campo para o outro.”

Fonte: FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo, Edusp, 1995, p. 180

 

O texto dá conta de algum as características das correntes políticas que predominavam no Segundo Reinado (1840-1889).

a) Identifique um aspecto comum e outro divergente entre as correntes políticas mencionadas no texto.

 

b) Explique uma diferença entre a experiência parlamentarista brasileira do Segundo Reinado e o modelo liberal inglês da mesma época.

 

 

 

 

 

 

a) O candidato poderá identificar um dos seguintes aspectos comuns: do ponto de vista ideológico, não apresentavam diferenças significativas; visavam assegurar a posse do poder e com ele o acesso a prestígio e benefícios; apresentavam identidade de interesses quanto à preservação da grande propriedade fundiária e do regime de trabalho escravo; utilizavam-se dos mesmos recursos políticos como a concessão de favores aos simpatizantes e o emprego da violência aos indecisos e adversários; defendiam a ordem, a estabilidade política, a unidade territorial e o pleno apoio ao Imperador como autoridade máxima do governo central.

O candidato poderá identificar também uma das seguintes diferenças: a defesa predominante entre os liberais do fortalecimento do poder da Câmara dos Deputados; a defesa predominante entre os conservadores de uma política tarifária favorável a baixas taxas de importação; a defesa predominante entre os conservadores das restrições às liberdades e ao exercício da cidadania.

 

b) O candidato poderá explicar uma das seguintes diferenças: o Imperador brasileiro indicava o Presidente do Conselho de Ministros (nosso equivalente ao Primeiro Ministro), ao contrário do caso inglês em que o Chefe de Governo era escolhido pelo Parlamento; também na experiência do Segundo Reinado, o Imperador poderia dissolver a Câmara de Deputados e convocar novas eleições, caso esta não apoiasse o gabinete de preferência do Chefe de Estado (o Parlamentarismo inglês não previa esses poderes para a Monarquia inglesa); de outro modo, o candidato poderá explicar que, sobretudo, o que distinguiu a experiência brasileira do Parlamentarismo inglês foram as atribuições conferidas ao Imperador brasileiro por meio do Poder Moderador.

 

 

 



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

História Geral

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...