WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro UFRJ 2003.1 Questão: 5 História Geral 

[A colonização portuguesa na América deu-se] menos pela ação oficial do que pelo braço e pela espada do particular (...): senhores de engenho com altar e capelão dentro de casa e índios de arco e flecha ou negros armados de arcabuzes às suas ordens; donos de terras e de escravos que dos senados de Câmara falaram sempre grosso aos representantes d’el-Rei e pela voz liberal dos filhos padres ou doutores clamaram contra toda espécie de abusos da Metrópole e da própria Madre Igreja. Bem diversos dos criollos ricos e dos bacharéis letrados da América espanhola – por longo tempo inermes à sombra dominadora das catedrais e dos palácios dos vice-reis, ou constituídos em cabildos que em geral só faziam servir de mangação aos reinóis todo-poderosos.

FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala. Rio de Janeiro: Record, 1997, pp. 4-5.

 

O texto acima enfatiza a existência de algumas diferenças políticas e culturais entre a América portuguesa e a América espanhola durante a época colonial.

 

Explique um fator econômico que, no século XVI, tenha levado a Espanha a buscar estabelecer maior controle do que Portugal sobre as conquistas americanas.

O candidato poderá indicar os complexos mineradores de ouro e prata como sendo os núcleos ao redor dos quais se estruturou o controle metropolitano espanhol, ao contrário do que ocorreu no Brasil, de rala produção metaleira à época em questão. Poderá ainda indicar que a necessidade de arregimentar grandes contingentes de trabalhadores para as minas e “haciendas” demandava a criação de mecanismos de controle, não apenas por parte da monarquia, mas também pelos próprios colonos.



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

História Geral

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...