WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro UERJ 2009.2 Questão: 66 História História do Brasil República 1ª República (1889-1930) 

A única lei de legislação operária que teve larga aplicação é aquela que um advogado dos fazendeiros de São Paulo, um ilustre Adolfo Gordo qualquer, ampliou: a lei de expulsão dos estrangeiros do território da república, aplicada aos operários mais ou menos estrangeiros que se organizassem em liga de resistência e cuidassem dos próprios interesses.

Gigi DAMIANI "O Brasil visto por um anarquista italiano". In: A batalha, 04/09/1921.


Presente Álvaro de Oliveira Monteiro (3ª Testemunha), portuguez, com trinta e cinco anos de idade, solteiro, padeiro, residente à rua Dois de Fevereiro nummero cinquenta e nove, sabendo ler e escrever, inquirido disse que hoje, cerca de sete horas da manhã, conduzia um cesto de pão a fim de distribuir tal alimento a freguesia e ao passar pela rua Doutor Dias da Cruz um grupo de grevistas e empregados da padaria o forçaram a largar o cesto de pão no qual atearam fogo, impedindo assim que elle declarante exercesse o seu commercio; que desse grupo tomavam parte os acusados presentes que foram presos, tendo os demais conseguido se evadirem.

Brasil: Arquivo Nacional, 7ª Pretoria Criminal, Freguesias de Inhaúma, Irajá e Jacarepaguá - 1912-1922 (Fundo 72), Ano: 1912, Notação: 72.0465.


Os textos acima apontam para um quadro desolador da situação da classe trabalhadora brasileira na Primeira República. O primeiro foi escrito por um militante operário, e o segundo é parte integrante de um arquivo policial da época. Ambos demonstram tanto a ótica sob a qual as elites políticas viam o mundo do trabalho quanto a fragilidade do movimento operário. Indique quatro razões que contribuíram para que esse movimento, no início do século XX, se encontrasse na situação descrita nos fragmentos.

Quatro das razões:

• divisão interna do movimento operário
• reduzido peso da indústria na economia brasileira
• pequena repercussão pública dos movimentos grevistas
• esperança de muitos trabalhadores estrangeiros em retornar à Europa
• posição contrária da maioria dos anarquistas à luta por leis trabalhistas
• reduzida tendência à organização dos trabalhadores fabris em sindicatos
• receio entre os trabalhadores em função de “listas negras” das indústrias
• legislação essencialmente repressiva, com a questão social sendo tratada como “caso de polícia”



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

História História do Brasil

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...