WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro UERJ 2006.2 Questão: 63 História História do Brasil Colônia Corte no Brasil (1808 - 1822) 

Para cúmulo da desgraça foram os soberanos da Espanha obrigados a renunciar aos seus direitos, a abdicar de seu trono e a solicitar o seu mesmo Povo a que faltasse à fé e juramento de fidelidade, que havia prestado à Real Família Reinante; a pedir por fim que obedecesse a seus próprios inimigos. Depois disto, quem se atreverá a duvidar da sábia política do Príncipe Regente de Portugal, em mudar a sua Corte para o Brasil?

(Adaptado de Correio Braziliense, 1808. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado/Instituto Uniemp, edição fac-similar, 2000.)


A) O texto acima remete a um acontecimento, decorrente da política internacional, ocorrido na Península Ibérica na primeira década do século XIX. Indique esse acontecimento e seu principal objetivo em relação a Portugal.
B) A vinda da Corte Portuguesa para o Brasil pode ser considerada importante para o processo de independência do Brasil. Apresente um argumento que justifique esse ponto de vista.

A) Invasão e ocupação da Península Ibérica por tropas francesas.

Domínio de Portugal para efetiva adesão ao Bloqueio Continental.

B) Um dentre os argumentos:

-O Brasil veio a ser elevado à condição de Reino Unido, transformando-se a antiga colônia em metrópole.
-O Rio de Janeiro transformou-se em ponto de atração das elites, permitindo-lhes a constituição de uma identidade comum.
-A abertura dos portos às nações amigas possibilitou o fim do monopólio comercial, estabelecendo uma maior liberdade de comércio no Brasil.
-A instalação de um aparelho burocrático possibilitou a ascensão de inúmeros brasileiros aos cargos de administração, contribuindo para a idéia de autonomia do Brasil.



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

História História do Brasil

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...