WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Santa Catarina UDESC 2013.1 1ª Fase Questão: 46 Português Geral 

TEXTO 2

    – Tá fazendo um dia lindo.
    Essas palavras foram com Pirulito pela rua. Um dia lindo, e o menino ia despreocupado, assoviando um samba que lhe ensinara o Querido-de-Deus, recordando que o padre José Pedro prometera tudo fazer para lhe conseguir um lugar no seminário. Padre José Pedro lhe dissera que toda aquela beleza que caia envolvendo a terra e os homens era um presente de Deus e que era preciso agradecer a Deus. Pirulito mirou o céu azul onde Deus devia estar e agradeceu num sorriso e pensou que Deus era realmente bom. E pensando em Deus pensou também nos Capitães da Areia. Eles furtavam, brigavam nas ruas, xingavam nomes, derrubavam negrinhas no areal, por vezes feriam com navalhas ou punhal homens e polícias. Mas, no entanto, eram bons, uns eram amigos dos outros. Se faziam tudo aquilo é que não tinham casa, nem pai, nem mãe, a vida deles era uma vida sem ter comida certa e  dormindo num casarão quase sem teto. Se não fizessem tudo aquilo morreriam de fome, porque eram raras as casas que davam de comer a um, de vestir a outro. E nem toda a cidade poderia dar a todos. Pirulito pensou que todos estavam condenados ao inferno. Pedro Bala não acreditava no inferno, Professor tampouco, riam dele. João Grande acreditava em Xangô, em Omolu, nos deuses dos negros que vieram da África. O Querido-de-Deus, que era um pescador valente e um capoeirista sem igual, também acreditava neles, misturava-os com os santos dos brancos que tinham vindo da Europa.

AMADO, Jorge. Capitães da areia. 60ª ed. Rio de Janeiro, 1984, p. 97.


Analise as proposições em relação à obra Capitães da areia, Jorge Amado, e ao Texto 2.

I. A palavra “lhe”exerce a função morfossintática de pronome oblíquo e objeto indireto.

II. Querido-de-Deus assim se chamava por ser temente a Deus e ele aguardava uma vaga para o seminário, prometida por padre José Pedro.

III. Para Pirulito, a bondade dos meninos do Capitães da areia era semelhante à bondade de Deus.

IV. As ações más praticadas pelo grupo, para Pirulito, se justificavam pela falta de uma família estruturada, pela marginalização na qual viviam.

V. Apesar do abandono e da desagregação social em que os meninos viviam, e embora fossem de crenças diferentes, eles acreditavam em um mesmo deus.


Assinale a alternativa correta.



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

Português Geral

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...