WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Paraná Puc-PR 2012.2 Questão: 1 Português Geral 

 

 

 

O texto a seguir serve de referência para as questões 1 e 2.

PSICOLOGIA
Fórmula da Criatividade.

Série de exercícios promete deixar qualquer um mais inovador

Por milhares de anos, as pessoas desprezaram o carrapicho (aquela plantinha que gruda nas roupas). Até que, em 1948, o suíço George Mestral se inspirou nele para criar o velcro, usado em calçados e roupas. Esse é um dos exemplos que o filósofo, psicólogo cognitivo e cientista da computação Anthony McCaffrey, da Universidade de Massachusetts Amherst, nos EUA, coletou ao analisar a história de 100 inventos modernos e 1.000 históricos para entender como surge a inovação. O resultado da pesquisa é uma série de exercícios que promete liberar a criatividade e, em breve, será transformada em software. As atividades se baseiam na chamada Hipótese de Características Obscuras, o fato de costumarmos olhar para um problema ou mesmo um objeto e enxergá-lo apenas de uma perspectiva, deixando escapar vários aspectos. “Fomos desenhados para notar o que é mais comum”, afirma McCaffrey. Porém, o que nos torna inovadores é ter múltiplos olhares para uma mesma coisa – como enxergar a utilidade de um carrapicho. O pesquisador, então, criou exercícios para treinar nossa mente a notar várias facetas de algo. Um dos truques é ver um objeto, como um relógio ou um sino, como um conjunto de partes, e não uma peça única. Isso nos ajudaria a pensar, por exemplo, em novos usos para cada parte. E nos deixaria mais criativos. Para testar a ideia, McCaffrey recrutou um grupo de 28 estudantes. Metade foi treinada com exercícios criados por ele. Depois, todos receberam 8 desafios à criatividade e improviso, como completar um circuito elétrico sem ter todos os fios de cobre. O grupo treinado teve um desempenho 67% superior. Com uma bolsa da Fundação Nacional de Ciência dos EUA, McCaffrey agora desenvolve um software que compilará os principais exercícios para abrir a mente. Inicialmente, é dirigido a engenheiros. “Mas pode funcionar em qualquer área da criação humana”, afirma o pesquisador. ALEXANDRE RODRIGUES

Revista Galileu, nº 250, maio/2012.

A notícia publicada pela revista apresenta resultados de uma pesquisa realizada em uma universidade norte-americana. Trata-se de um texto em que o autor prioriza:

 

 

 



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

Português Geral

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...