WhatsApp do Vestiprovas
Compartilhar

Responder Questão:

Rio de Janeiro CP II 1EM 2012.2 Questão: 7 Português Sintaxe Termos Essenciais da Oração 

Texto II

Grafite é arte?

A prefeitura de São Paulo quer preservar os desenhos

Carol Patrocinio

A discussão entre arte e poluição visual gira em torno do grafite e da pichação desde que o mundo é mundo. Os artistas se defendem falando sobre a arte e as experiências em outros países, onde sua influência criativa é reconhecida. As autoridades ainda não conseguem diferenciar o que é arte e o que é sujeira. E no fim das contas, como fica essa situação?

No começo deste mês [julho de 2008], a prefeitura de São Paulo contratou uma empresa para limpar os muros da cidade que tinham pichações. A empresa terceirizada seguiu as ordens e começou a passar tinta branca em tudo, inclusive em uma das obras dos grafiteiros mais aclamados da atualidade, Os Gêmeos.

A Prefeitura disse que houve um equívoco da empresa contratada, mas os artistas não acreditam que tenha sido “sem querer”. Eles questionam qual seria o critério adotado para pintar as paredes, já que a obra da dupla tinha mais de 700 metros quadrados. Os irmãos acabaram de voltar dos EUA, onde tiveram suas obras expostas e nos últimos meses também pintaram a fachada da Tate Modern, em Londres.

Depois desse incidente, a Prefeitura da cidade de São Paulo concluiu que os painéis de grafite devem ser preservados. A ideia é que seja criada uma comissão de grafiteiros para produzir uma lista com os endereços dos painéis que deverão ser preservados durante a limpeza da cidade.

Na década de 80 surgiu o Profeta Gentileza, que fazia grafites com inscrições e textos sob alguns viadutos do Rio de Janeiro. Após sua morte os murais foram apagados e pintados de cinza, porém, com a crítica feita sobre a atitude, puderam ser restaurados.

Para a restauração foi criada a ONG Rio com Gentileza. O trabalho começou em 1999 e em maio de 2000 estava concluída e o patrimônio preservado. A obra do poeta gerou um livro com as imagens de seus painéis e uma música com seu nome, interpretada por Marisa Monte.

(http://jovem.ig.com.br/street/noticias/2008/07/30/grafite_e_arte_1479987.html - acesso em 08/10/2011)

 

Texto III

Gentileza

Apagaram tudo 
Pintaram tudo de cinza 
A palavra no muro 
Ficou coberta de tinta

Apagaram tudo 
Pintaram tudo de cinza 
Só ficou no muro 
Tristeza e tinta fresca

Nós que passamos apressados 
Pelas ruas da cidade 
Merecemos ler as letras 
E as palavras de Gentileza

Por isso eu pergunto 
A você no mundo 
Se é mais inteligente 
O livro ou a sabedoria

O mundo é uma escola 
A vida é o circo 

Amor palavra que liberta 
Já dizia o Profeta

(Marisa Monte. Cd Memórias, crônicas e declarações de amor. EMI, 2000)

 

 

Sabe-se que o sujeito indeterminado é empregado quando não se quer ou não se pode determiná-lo. No texto III, foi usada uma marca de indeterminação do sujeito no verso “Apagaram tudo”. Por uma aproximação entre a ação de “limpar a cidade”, que ocorre nos textos II e III, no entanto, é possível determinar esse sujeito.

Transcreva do segundo parágrafo do texto II um substantivo que poderia ser núcleo do sujeito, caso ele fosse determinado.

O substantivo pode ser “prefeitura” ou “empresa”.



TEMPO NA QUESTÃO

Relógio00:00:00

Gráfico de barras Meu Desempenho

Português Sintaxe

Total de Questões: ?

Respondidas: ? (0,00%)

Certas: ? (0,00%)

Erradas: ? (0,00%)

Somente usuários cadastrados!

Postar dúvida ou solução ...